Artigo: Solução rentável e fácil para vender um sistema de gestão empresarial (ERP) com a sua marca*

Você que é uma softwarehouse desenvolvedora de sistema de gestão empresarial (ERP), provavelmente tem ou já teve dificuldades em encontrar bons programadores, não é mesmo? Os bons profissionais já estão trabalhando e custam caro. O salário de programador, em geral, está entre os mais altos do mercado de trabalho hoje, chegando a 8 mil reais. Um recém-formado, que custaria menos, em contrapartida precisa de treinamento e muita ajuda.

 

O fato é que os programadores estão praticamente isentos de qualquer crise econômica e a tendência é que essa remuneração só fique mais alta. Algumas pesquisas de consultorias de Recursos Humanos demonstram forte aumento salarial nos próximos anos, impulsionado pela transformação digital e consequente valorização da segurança e inteligência de dados.

Outro ponto importante que deve ser considerado é que para criar um sistema de gestão empresarial do zero, leva-se muito tempo. Com 2 a 3 programadores envolvidos, um software leva, no mínimo, de 6 meses a 1 ano para ser desenvolvido, dependendo da tecnologia escolhida.

Manter sistemas realmente eficientes não é uma tarefa simples, tampouco barata. Sem dúvidas, gasta-se tempo, dinheiro e recursos de desenvolvimento para criar funcionalidades e mantê-las sempre atualizadas.

Se você tem um sistema ERP Windows e quer migrá-lo para web, quanto tempo você vai demorar? Será que o mercado pode esperar e, quando você finalizar,  será que não precisa de novas atualizações? E não estamos falando aqui de atualizações puramente tecnológicas. Quem empreende nesta área, sabe que também existe um trabalho complexo – e constante – de atualização da parte tributária. Sistemas de ERP demandam que a emissão, controle e recebimento fiscal estejam em conformidade com as exigências. Afinal, a legislação fiscal está sempre em constantes mudanças.

Ciente dessas dificuldades, porque não partir para uma opção de negócio que já está pronta e não te dará mais nenhuma preocupação neste sentido? O conceito de White Label tem se tornado uma opção vantajosa para negócios relacionados à ERP.

Um sistema de gestão empresarial que roda na web, é atualizada, e pode ter a sua marca estampada é uma excelente escolha. Não por acaso, esse setor está super aquecido. Estudos da The Software Alliance (BSA.org,) mostram que o mercado de ERP global irá mais que dobrar de tamanho ao longo dos próximos oito anos, chegando à marca de 74 bilhões de dólares até 2026.

Neste sentido, não podemos também deixar de lado outra questão. O custo de uma empresa é um fator importante para a tomada de decisão e, ao terceirizar esse serviço de manutenção e atualização do software, é possível eliminar processos, como a contratação de equipe, investimentos em treinamentos para capacitação em novas tecnologias ou para a compra de mais equipamentos de hardware.

Mais do que isso, esses sistemas costumam ser soluções bem completas, que já vêm integradas com as principais plataformas do mercado, como marketplaces e e-commerces.

Adquirir sistemas de qualidade e com alto desempenho tecnológico, além de otimizar o trabalho e reduzir os custos na sua softwarehouse, só tende a agregar inteligência ao negócio e fidelizar mais clientes.

*Robinson Idalgo – criador do Revenda Software. Mais informações no site: www.revendasoftware.com.br