Notícias

Mobimax passa a oferecer etiquetas nacionalizadas no País

Mais uma novidade da Mobimax, distribuidora brasileira e marca própria de acessórios e periféricos de informática, é passar a comercializar etiquetas auto-adesivas, no tamanho 28 x 88 mm, fabricadas agora no País. Estão à venda em todo o território brasileiro e podem ser encontradas nas lojas como Kalunga. 

As etiquetas são de material termo-sensível e auto-adesivas. Cada rolo tem 250 etiquetas e servem para impressão de códigos de barras, códigos de produtos e identificação de pastas, arquivos, entre outros. Voltadas para o mercado corporativo e para uso residencial também, as etiquetas são compatíveis com as impressoras: SLP séries 100/200/400; Dymo EL e Dymo Se300; e Label Writer 400/400 turbo/Twin Turbo/Duo.

Impressoras 

As impressoras Seiko da série SLP 100/200/400 são econômicas, rápidas e possuem impressão térmica. Possuem a tecnologia que permite imprimir uma etiqueta por vez através de um sensor, que identifica a tarja no verso da etiqueta (Black Mark), orientando a quantidade de etiquetas a ser impressas. Além de poder imprimir textos, possibilita a impressão de gráficos, fotos, códigos de barras, organizar pastas e,arquivos, crachás, mailings e envelopes.

As impressoras são usadas em laboratórios para impressão de etiquetas para prontuários de pacientes, coletas e resultados de exames, controle de processos e prontuários de clientes, discrição de produtos, catálogos de produtos. Através do software Smartcopy, que vem junto, ele captura automaticamente informações de endereço para etiquetas de mailings de vários programas como Word, Outlook, Organizer; ACT 2000, GOLDTIME, MAXIMIZER, PILOT DESKTOP, WORDPERFECT.

“Essas impressoras estão fazendo muito sucesso para etiquetar as latas de tintas especiais que são elaboradas a partir da escolha do cliente, que são misturadas em quiosques de fabricantes de tintas situadas em Home Center´s de materiais de construção, através do ‘Sistema Tinting’. Nas etiquetas são colocadas todas as informações da composição da tinta, código de barra, referência do produto, logomarca do fabricante da tinta, unidade de medida em litros e nome do Home Center”, explica o Diretor Geral da Mobimax, Mario W. Okuno. 

Preço

O preço sugerido da etiqueta é R$ 14,90.


Sobre a Mobimax
Distribuidora brasileira, fundada em 2002, que atua nas áreas de computação móvel e periféricos de informática. Os principais itens distribuídos são acessórios para iPod, PDAs, telefones celulares, mesas gráficas, impressoras térmicas, dentre outros. E agora também passou a distribuir para o setor automotivo: navegadores GPS, kit viva-voz bluetooth, suportes para dispositivos móveis, entre outros. Além de sua linha de produtos de marca própria, a Mobimax representa atualmente inúmeras empresas instaladas na Europa, Estados Unidos, Canadá, Nova Zelândia, Japão, Taiwan, Hong Kong e China. Entre elas: Arkon, Apple, Seiko, Sandisk, Parrot, Aceeca, Griffin, Armor, OtterBox, Sergio, Textra, iKit, HardCandy e Dension. Os produtos são encontrados nas grandes lojas de varejo e nos melhores pontos de venda de informática do Brasil. Mais informações no site:
www.mobimax.com.br


Chega ao País o Ballast Ball - inédito aparelho para práticas esportivas em academias

A mais recente novidade para as academias de ginástica é o Ballast Ball. Trata-se de uma bola especial de fácil manuseio e ótima para a prática de exercícios devido a uma substância granulada em seu interior que lhe proporciona total estabilidade. O Ballast Ball está sendo trazido para o Brasil pela distribuidora brasileira Mobimax – divisão Fitness – e já está à venda. 

A bola tem 65 cm de diâmetro, é feita de PVC, por isso tem alta durabilidade, e a sua superfície é anti-bactericida. Além de ser própria para ser usada por alunos em qualquer nível de condicionamento físico e para todos os tipos de exercícios. “Para o seu desenvolvimento foram feitas inúmeras pesquisas que testaram principalmente a boa densidade, o peso e o nível e tipo de ruído que os grânulos geravam.”, afirma o Diretor Geral da Mobimax, Mario W. Okuno.

 A primeira academia a utilizar o aparelho é a Reebok Sports Clubs. Tanto que a academia trouxe Douglas S. Brooks, renomado instrutor de equipes de personal training no mundo todo e autor do best seller e bíblia do personal: “The Complete Book of Personal Training”, e Candice Copeland Brooks, consultora internacional na área de fitness e autora de inúmeros livros, manuais e vídeos para ministrarem juntos alguns treinamentos aos seus professores.

 A divisão Mobimax – Fitness atende todo o País e está distribuindo também o Bosu, além do Ballast Ball. “Iniciamos recentemente a distribuição do Bosu e estamos bem satisfeitos com os resultados. Agora apostamos também no Ballast Ball, que é uma bola muito diferente e deverá ter grande aceitação em academias, consultórios de fisioterapia, Pilates e RPG, bem como para personal trainers.”, explica Mario W. Okuno. 

 Onde encontrar e preço sugerido: 

O preço sugerido ao consumidor final para o Bosu é R$ 690,00 e para o Ballast Ball é R$ 249,00. Informações pelo telefone: (11) 3875-0166. 

 
Sobre a Mobimax
Distribuidora brasileira, fundada em 2002, que atua nas áreas de computação móvel e periféricos de informática. Os principais itens distribuídos são acessórios para iPod, PDAs, telefones celulares, mesas gráficas, impressoras térmicas, dentre outros. E agora também passou a distribuir para o setor automotivo: navegadores GPS, kit viva-voz bluetooth, suportes para dispositivos móveis, entre outros. Além de sua linha de produtos de marca própria, a Mobimax representa atualmente inúmeras empresas instaladas na Europa, Estados Unidos, Canadá, Nova Zelândia, Japão, Taiwan, Hong Kong e China. Entre elas: Arkon, Apple, Seiko, Sandisk, Parrot, Aceeca, Griffin, Armor, OtterBox, Sergio, Textra, iKit, HardCandy e Dension. Os produtos são encontrados nas grandes lojas de varejo e nos melhores pontos de venda de informática do Brasil. Mais informações no site: www.mobimax.com.br


Aquecimento global: o papel das empresas de TI*

Um dos temas em voga nos últimos tempos pelos veículos de comunicação é o aquecimento global. Muitas pesquisas estão sendo feitas ao redor do mundo para avaliar os resultados dos danos causados pelo homem ao ambiente e as projeções estão sendo cada vez mais assustadoras.

Como atuo na área de TI, acredito que o nosso papel nesse cenário é fundamental. As vantagens do uso da mobilidade para as empresas é certamente a diminuição de impressões de documentos, a redução das distâncias com os meios de comunicação e a economia de combustíveis e do tempo, que deixamos de gastar quando usamos uma vídeo ou uma áudio-conferência, entre várias outras tecnologias. Hoje em dia, empresas como a Sky adotam práticas de paper less, ou seja, o menor uso de papéis para o trabalho. 

 

Uma automação da força de vendas também contribui com a preservação do meio. Isso porque as empresas adotam equipamentos (PDA’s) para os profissionais de venda. Estes, por sua vez, atuam cada vez mais no seu foco, que é estar no cliente, e não tem a necessidade de ir e voltar a qualquer momento para a empresa. Ou seja, uma redução de tempo com locomação e combustível para o automóvel. Além disso, o número de papéis impresso diminui com os dispositivos móveis e o processamento das informações ficam armazenadas no aparelho, sendo estas também encaminhadas para outras pessoas ou equipamentos.

Outra possibilidade de contribuir com a preservação do ambiente é a utilização da vídeo-conferência, na qual pessoas de diferentes localidades podem conversar e discutir assuntos como se estivessem em uma reunião presencial. Isso garante ganho de tempo e elimina o deslocamento por meios de transportes, sendo que estes em geral poluem o ar. Vale afirmar que nos dispositivos móveis, a vídeo-conferência será possível por meio da rede 3G, quando esta estiver em pelno funcionamento no Brasil e no mundo, em qualquer lugar e hora.

Uma outra boa notícia é que estão sendo pesquisadas há alguns anos por universidades e empresas o uso de novas baterias e algumas delas movidas a célula-combustível. O conceito dessa nova tecnologia é não poluir e não degradar o meio ambiente. Os estudos ainda estão em andamento, mas a previsão é que em alguns anos as atuais baterias deixem de existir, dando espaço a um meio de energia bem menos poluente e com muito mais autonomia que as usadas hoje em dia. 

Sabemos que muitas empresas de TI estão pensando em formas de preservar o ambiente e desenvolvendo produtos e serviços ecologicamente corretos. A última que tive conhecimento foi uma bateria ecológica para celular, MP3 e outros eletrônicos. A novidade é movida a base de luz solar e garante energia para 1 hora no iPod e 25 minutos de conversação em celulares. 

Enfim, creio que todos precisam estar atentos aos problemas causados pelo aquecimento global, ao mau uso dos recursos naturais e fazer a sua parte. O setor de TI, em especial as empresas de mobilidade, já estão em busca de alternativas para garantir a preservação do meio e agora basta as empresas adotarem essas práticas. Pensem nisso!

João Moretti – Diretor e fundador da MobSys, empresa brasileira especializada em soluções de mobilidade corporativa


BI para Small e Medium Business (SMB)*

Depois que escrevi o artigo que tratava de “Business Intelligence para as Massas” percebi que seria de muita valia e coerente da minha parte falar agora sobre BI para pequenas e médias empresas. Uma vez que a maioria das consultorias divulga números crescentes desse setor em TI há alguns anos. Um deles é o IDC, que divulgou em 2005, que as mais de 500 mil pequenas e média empresas na América Latina iriam investir mais de US$ 10 bilhões em Tecnologia da Informação em 2006. Para 2009, a IDC espera que o mercado de TI chegue a US$ 14 bilhões. 

A partir dessas informações, as empresas de TI no País vem dando um foco maior nesse nicho e as apostas são grandes. Tanto que surgiu o conceito Software as a Service (Software como Serviço), no qual os desenvolvedores de tecnologia oferecem principalmente para as pequenas e médias empresas soluções completas de TI, que incluem aí hardware, software, manutenção, atualização e suporte técnico em troca de uma mensalidade (aluguel).

E como não poderia deixar de ser, as soluções de Business Intelligence também começam a se adaptar e a serem desenvolvidas nesse novo contexto. E os benefícios tendem a ser grandes e com boas promessas de resultados. Antigamente, apenas as grandes empresas tinham condições de usufruir de uma tecnologia tão avançada como o BI para gerenciar melhor seus negócios, isso em virtude dos custos para se ter uma solução de BI.

Hoje as empresas de pequeno e médio porte no Brasil podem dar os primeiros passos e usufruir disso para a inteligência do seu negócio. E como fazer isso? Muito simples. Existem empresas que oferecem todo o ambiente necessário para o BI sem grandes custos. Como funciona? O cliente fornece as informações do seu negócio e pode acessar via WEB o sistema, que pode ser alocado no data-center do fornecedor, e a partir desse acesso realizar inúmeras consultas, extrair informações e criar inúmeras cubos, gráficos e tabelas. A grande vantagem é que pagam o serviço por um baixo custo e tem a garantia de sigilo, back-up e manutenção do sistema. 

Marcos Abellón – Diretor Geral da W5 Solutions, empresa de TI que foi recentemente premiada pela Microsoft por uma solução de BI.


Mobimax realiza promoção para o Dia dos Pais

Para os Dia dos Pais, a Mobimax, distribuidora brasileira e marca própria de acessórios e periféricos de informática do País, está realizando uma promoção. A capa de neoprene e o suporte para notebooks que são vendidos separadamente a R$ 89,00 podem ser adquiridos juntos por R$ 129,00 até o dia 15/08 nas revendas Notebook Now e Casa do Notebook.

As capas de neoprene ultra-resistentes para notebook, da própria Mobimax, protegem contra impactos e riscos e possuem cinco anos de garantia. A empresa oferece em dois tamanhos para telas de 13’/14’ e 14’/15’ e tem como diferencial o fechamento em velcro que permite melhores ajustes. Já o suporte serve para acoplar o notebook, mantê-lo em posição correta e permitir maior conforto. Possui 5 ângulos ajustáveis (4º, 14º, 23º, 33º e 43º) e é mais recomendado para notebooks com medida: 350 x 260mm. 

Outra opção de presente é o teclado de silicone, da Mobimax, o Teclamax. O silicone mantém o teclado mais protegido contra sujeiras, líquidos e resídos de alimentos. É altamente resistente e durável, praticamente indestrutível. Possui as teclas conforme a norma ABNT2 e é muito prático de guardar. Disponível nos modelos branco luminoso e preto. Seguindo o mesmo conceito, a Mobimax oferece também o Mobimouse, um mouse de silicone óptico, que assim como o Teclamax, pode ser lavado e tem nas cores: branco luminoso, preto e psicodélico. 

Preços e onde encontrar

Os preços são: Capa de neoprene + suporte para notebook – R$129,00; Teclamax ­– R$ 159,00; Mobimouse – R$ 89,00. Os produtos podem ser encontrados nas maiores lojas de informática do País, mas as revendas que estão realizando a promoção são: Notebook Now: (11) 3265-7228 e Casa do Notebook: (11) 3819-0266. 


Sobre a Mobimax
Distribuidora brasileira, fundada em 2002, que atua nas áreas de computação móvel e periféricos de informática. Os principais itens distribuídos são acessórios para iPod, PDAs, telefones celulares, mesas gráficas, impressoras térmicas, dentre outros. E agora também passou a distribuir para o setor automotivo: navegadores GPS, kit viva-voz bluetooth, suportes para dispositivos móveis, entre outros. Além de sua linha de produtos de marca própria, a Mobimax representa atualmente inúmeras empresas instaladas na Europa, Estados Unidos, Canadá, Nova Zelândia, Japão, Taiwan, Hong Kong e China. Entre elas: Arkon, Apple, Seiko, Sandisk, Parrot, Aceeca, Griffin, Armor, OtterBox, Sergio, Textra, iKit, HardCandy e Dension. Os produtos são encontrados nas grandes lojas de varejo e nos melhores pontos de venda de informática do Brasil. Mais informações no site:
www.mobimax.com.br


logo conecte 2014 conteudo