Apple = inovação*

Aparelhos e acessórios com o símbolo da maçã são sinônimo de inovação e se tornaram os preferidos dos amantes da tecnologia. É inegável a importância da Apple neste setor. iPod,  iPhone, iPad foram os produtos que guiaram o mercado na última década, a empresa produziu quase todos os lançamentos e tendências para o mundo tecnológico. Mas o que a mais inovadora das fabricantes de equipamentos eletrônicos está fazendo para se superar?

Fundada em 1976 por Steve Wozniak e Steve Jobs, a Apple só começou a ser reconhecida mundialmente em 2006, quando o MacBook, famoso notebook branco da maçã,  se tornou sucesso absoluto de vendas por trazer um processador Intel (em vez do PowerPC) e novos recursos por um preço bastante acessível se comparado a seus antecessores na época.

A Apple também ganhou notoriedade no setor de tecnologia móvel. iPods, iPhones e iPads são os mais disputados pelas suas versões cada vez mais modernas e diferenciadas. O setor tecnológico está apostando todas as suas fichas na tecnologia mobile e a Apple também é pioneira neste nicho. Por isso, entre as suas inovações desse ano, está o iPad Mini, aparelho que tem as mesmas funções de um iPad comum, só que em tamanho menor, apenas 7,2 milímetros, ou seja, a espessura de um lápis.

Também foi lançado o iPhone 5, o sexto smartphone da Apple, sucessor do iPhone 4S, com tela de 4 polegadas e resolução com a tecnologia retina. O aparelho traz um novo design e um dock menor do que as versões anteriores. A Apple também se destaca nos aplicativos. Em 2012, a Apple Store foi a primeira loja virtual a alcançar a marca de 1 milhão de aplicativos para smartphones, segundo informações da empresa de marketing Appsfire. Além disso, também será lançado nos próximos dias a 11ª versão do iTunes, gerenciador de mídia da Apple.

A Apple foi eleita a companhia mais inovadora em 2012, de acordo com um estudo divulgado pela consultoria Booz & Co, chamado The Global Innovation 1000. É o terceiro ano consecutivo que a empresa recebe o título. No mês de agosto, a companhia alcançou o maior valor de mercado intradia (quando se considera os valores atingidos no meio do pregão) de todos os tempos nos Estados Unidos, superando a marca anterior, obtida pela Microsoft em 1999.

A promessa de abertura da Apple Store no Brasil é mais um motivo de felicidade para aqueles que não aguentavam mais a longa espera na chegada dos aparelhos em terras brasileiras. iPhones e iPads já chegavam aqui com defasagem, já que suas versões se atualizam com demasiada rapidez, agora poderão ser comprados com menos tempo de espera.

Com a entrada no Brasil, a companhia chegará a 15 países com lojas próprias. Atualmente, são 395 lojas espalhadas pelos Estados Unidos, Reino Unido, Japão, Canadá, Itália, Austrália, China, Suíça, Alemanha, França, Espanha, China, Holanda e Suécia. A abertura da loja da Apple no Brasil deixa claro como o consumidor daqui faz toda a diferença nos lucros da loja americana, uma vez que seremos o primeiro país da América Latina a receber uma loja física.

Com a morte de Steve Jobs, houve quem apostasse que a empresa passaria por problemas, mas todos os lançamentos e ranking apresentados comprovaram que a multinacional caminha pelo lado oposto das especulações, principalmente no quesito inovação.

* Por Mario W. Okuno, diretor geral da Mobimax – distribuidora brasileira de acessórios e periféricos de informática.

 

logo conecte 2014 conteudo

Cliente: Mobimax